Criar um Site Grátis Fantástico
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
  • Currently 2.40/5

Rating: 2.4/5 (742 votos)

ONLINE
1


 

 

 



Total de visitas: 205378
Notícias
Notícias

Record corta cenas fortes transforma série “Spartacus” em série bíblica

 

Sexo gay em "Spartacus"

A Record promoveu uma série de cortes na série “Spartacus” que teve sua estreia na noite do último domingo (05) na tela da emissora. Segundo o site do colunista Daniel Castro, a emissora realizou uma série de cortes na série que foi exibida após às 23h.

O canal teria cortado duas das principais características do enlatado: sangue e sexo. Isso porque, todas as cenas de lutas e as mais picantes foram simplesmente cortadas.

O sangue na versão original que é farto e em câmera lenta, foi praticamente dizimado. A emissora exibiu batalhas e golpes, porém cortou justamento o momento que o sangue espirava.  Desta maneira, o subtítulo “sangue e areia” da primeira temporada (2010) perdeu o sentido.

Com os diversos cortes, a Record transformou “Spartacus” praticamente em uma série bíblica, inclusive pode-se ressaltar algumas  referências visuais de “José do Egito” (2013) à produção norte americana.

A emissora ainda cortou do primeiro episódio, uma cena na qual a cabeça de um soldado é degolada. Diálogos também foram cortados. Também não foram ouvidos nenhuma das palavras presentes na série referente ao órgão da mulher: “Vou f… a sua mulher”,  presentes em overdose na versão na integra.

“Spartacus” tem  homossexualidade explícita e já no primeiro episódio foi cortada uma rápida passagem em que uma escrava beija o seio de outra mulher, imagina então quando vierem as cenas de sexo entre homem.